Dia das Mães nas centenárias páginas do Jornal O Democrata
Crônica No Dia das Mães, de Luiz Homero de Almeida, publicada em O Democrata (1º de maio de 1954). Histórico da data no Brasil, segundo autor comemorada desde 1919: “enquanto houver calendário, haverá este santo dia.

O Dia das Mães tem origem nos Estados Unidos por iniciativa de Ana Jarvis (1864/1948) que começou uma campanha, em 1905, após a morte da mãe. O segundo domingo de maio foi escolhido por ser a data mais próxima do falecimento. Em 1914, o presidente Woodrow Wilson oficializou a homenagem.

No Brasil, a Associação Cristã de Moços (ACM) foi a pioneira com um evento organizado em 12 de maio de 1918, em Porto Alegre (RS). O presidente Getúlio Vargas oficializou a data em 1932. Maio coincide com o mês Mariano da Igreja Católica dedicado à Nossa Senhora e com importantes celebrações: Nossa Senhora de Fátima (dia 13) e Nossa Senhora Auxiliadora (24).

O Arquivo Vivo do Jornal O Democrata destaca o Dia das Mães que ganhou força ao longo das décadas tornando-se uma data comercial que só perde para o Natal.

Em 1954, a Casa Santa Terezinha comemora um ano de atividade e “saúda as mães brasileiras”. Fundada por Argeu Villaça como Bazar Santa Terezinha, o nome é uma homenagem a mãe Amélia devota de Santa Terezinha. O comércio foi vendido para Túlio Boschini que depois seria contratado por Argeu para trabalhar no Mappin. “O Túlio foi um amigo do peito. Foi ele que me ensinou a trabalhar no varejo”, comentou.

Em 1º de maio de 1954, publicou um crônica de Luiz Homero de Almeida onde cita que o Dia das Mães é comemorado no Brasil desde 1919. É comum ocorrer alguma diferença de data nas manifestações que ganham espaço naturalmente até que sejam oficializadas pelas autoridades. “E agora, neste segundo domingo de maio de 1954, trinta e cinco anos depois estamos diante desta da memóravel que, sem dúvida, caminhará para o ilimitado futuro, atravessando as fronteiras dos séculos, do milênios e de tudo mais que há de vir. Enquanto houver calendário, havera este santo dia.”

O presente do Dia das Mães esteve por anos relacionado a produtos para casa. A Elétrica Sanroquense (1954) sugeria para a Rainha do Lar panela de pressão, forma de pizza, chuveiro e geladeira

Na mesma edição é possível encontrar promoções do comércio de São Roque. A Casa Santa Terezinha, de propriedade de Argeu Villaça Filho, uniu o útil ao agradável ao festejar o primeiro ano de atividades com a promoção do Dia das Mães: “Em comemoração a esta data, venderá durante esta semana todos os seus artigos com reduções de 10 a 20%”. O presente para a Rainha do Lar durante anos esteve associado a compra de presentes para a casa e não um presente pessoal. A Elétrica Sanroquense publicou oferecia à Rainha do Lar panela de pressão, forma de pressão para pizza, chuveiro e refrigerador.

O Democrata Livraria, Papelaria e Tipografia: opção de presente para o Dia de Mães

Uma década depois, o Dia das Mães (10 de maio de 1964) apresenta um número maior de anúncios, inclusive do Democrata recomendando presentes da papelaria e livraria. Há 50 anos, na edição de 11 de maio de 1974, a tecelagem Carambeí oferecia lindos presentes no Super Posto de Vendas (Avenida Brasil, 939) com a novidade da entrega em domícilio, atual “delivery”. Ao longo de 107 anos de história, O Democrata publicou inúmeras homenagens às mães e notícias de eventos em comemoração ao Dia das Mães.

Vander Luiz

Em 1974, a Carambeí inovava com o presente em casa: a nossa perua estará entregando pessoalmente para a senhora sua mãe
Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados
Os textos são produzidos com modelo de linguagem treinado por OpenAI e edição de Rodrigo Boccato.