Funcionários da Santa Casa fazem manifestação pelas ruas de São Roque

 

Na manhã desta segunda-feira, cerca de 40 funcionários da Santa Casa de São Roque, participaram juntamente com membros do Sinsaúde de uma manifestação pelas ruas da cidade revindicando o atraso no salário e o dissídio de 2017.

Os manifestantes se dirigiram até a Prefeitura de São Roque para falar com o prefeito Cláudio Góes e secretaria de saúde Andréa Rodrigues. Com palavras de ordem e cobranças, os sindicalistas cobraram o pagamento dos funcionários, dizendo que muitos passam por dificuldades, pois não tem dinheiro para pagar as contas.

Nota da prefeitura

A Prefeitura da Estância Turística de São Roque vem através desta nota informar que com relação à greve deflagrada hoje pelos funcionários da Santa Casa, cabe esclarecer o que segue:

A Prefeitura mantém convênio com a Irmandade da Santa Casa, no valor de R$ 1.350.000,00, que tem por objetivo prestação de serviços para munícipes de São Roque, nas áreas de Pronto Atendimento (Urgência e Emergência), Maternidade (Urgência e Emergência), Clínica Médica e Clínica Cirúrgica (Urgência e Emergência) nas dependências da SANTA CASA, visando o atendimento pelo Sistema Único de Saúde – SUS e realização de exames de imagem (raio x, ultrassom e mamografia), sendo que o mesmo vence no dia 31 de março de 2018, portanto, o convênio está vigente e as negociações para sua renovação estão em curso.

A Prefeitura está em dia com os repasses dos valores do convênio em vigor, encaminhando rigorosamente os valores nas datas estabelecidas pela provedoria da Irmandade Santa Casa de Misericórdia. No mês de fevereiro os repasses foram feitos da seguinte forma: 06/02, R$ 400 mil; 15/02, R$ 350 mil e 20/02, R$ 600 mil perfazendo R$ 1,350 milhões que é o valor total do repasse mensal.

No mês de março já foram repassados R$ 450 mil, no dia 06/03 e a prefeitura aguarda o escalonamento de datas por parte da Irmandade para que possa complementar o valor total do repasse.

A Prefeitura esclarece que não pode se imiscuir na administração do hospital, já que o mesmo tem administração própria e ao executivo cabe o dever de repassar os valores estabelecidos no convênio mensalmente, bem como analisar as prestações de contas e sobretudo acompanhar a qualidade e eficiência dos serviços contemplados no convênio mantido.

A administração reforça que o seu compromisso é com a saúde da população e que tem trabalhado incansavelmente para disponibilizar os meios para que a comunidade seja atendida da melhor maneira possível.