Operação prende quatro filhos de Flordelis e denuncia deputada como mandante da morte do marido

O pastor Anderson do Carmo foi assassinato em junho de 2019 em Niterói, no Rio de Janeiro. A deputada Flordelis (PSD-RJ) havia relatado que o marido foi vítima de um assalto. Ao menos sete suspeitos de ligação com o crime, incluindo quatro filhos de Flordelis, foram presos. A parlamentar não pôde ser presa por ter foro privilegiado.

O presidente do PSD, Gilberto Kassab, afirmou à CNN Brasil que partido deverá suspender a filiação da deputada. O dirigente já fala, inclusive, em expulsão da parlamentar da legenda.

Flordelis é uma das 11 pessoas denunciadas pelo MP. Um dos mandados foi cumprido na casa da deputada, em Niterói.