Pais reclamam de proliferação de pombas e sujeira em escola de Alumínio

Diversas reclamações de pais de alunos da Escola Municipal Eng. Antônio de Castro Figueiroa, localizada no Jardim Olidel, em Alumínio, foram registradas na última semana e compartilhadas nas redes sociais, sobre a proliferação de pombas nas dependências da unidade escolar, e, por consequência, da grande quantidade de fezes destes animais que ficam espalhados pelo local.

“Há uma grande preocupação por parte desse vereador e também dos pais, com a possibilidade dos alunos, professores e demais servidores, estarem contraindo alguma doença que possa advir dessas aves”, justifica o edil Edmo Bofete, em Requerimento protocolado na Câmara de Alumínio na última semana, cobrando respostas do Poder Executivo.

O vereador questiona a possibilidade de se instalar mecanismos que impeçam a entrada destes animais na quadra e proximidades das salas de aulas, como, por exemplo, redes de contenção. Além disso, solicita a limpeza dos forros da escola, para que as pombas se afastem do local.

Mais melhorias

Em outro Requerimento, também protocolado na última semana, Bofete cobra mais melhorias para a escola, tais como: ampliação do refeitório; manutenção nas portas de salas e banheiros; melhorias nos muros que delimitam o território da escola, pois atualmente são muito baixos facilitando a entrada de estranhos; manutenção na iluminação das salas de aulas; manutenção na rede elétrica; manutenção na rede hidráulica; atualização dos livros do acervo da biblioteca e manutenção para conter infiltrações.