Preço do leite sobe 27% e supera alta do arroz

O preço do leite subiu 27% em 2020, superando o arroz como produto que mais aumentou entre janeiro e agosto, segundo a Associação Paulista de Supermercados.

Como consequência, os derivados do leite acompanham a alta. O queijo muçarela, por exemplo, está entre os dez maiores aumentos do ano. O alimento ficou 26% mais caro em oito meses e o quilo pode ser encontrado por cerca de R$ 50,00.

No campo, o preço do leite pago ao produtor bate o recorde da série histórica medida pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP, subindo 51% nos últimos 12 meses.

De acordo com a Abraleite (Associação Brasileira dos Produtores de Leite), as incertezas do período de pandemia e a alta do dólar são alguns dos fatores que prejudicaram a produção.

Além disso, itens essenciais para a alimentação bovina, como milho e soja, também estão 20% mais caros do que o próprio reajuste do leite, gerando um desequilíbrio entre a procura da indústria e a baixa oferta da produção.

A Abraleite ainda aponta que os produtores vinham acumulando prejuízos nos últimos meses e muitos até deixaram de trabalhar na cadeia produtiva.

Fonte: Rádio Bandeirantes