Licença para funcionamento de aterro sanitário em Araçariguama é cassada pela prefeitura

Na quinta-feira, 6, o Prefeito de Araçariguama Rodrigo Andrade, acompanhado pelo, Vice-Prefeito, Leandro Amaro e de representantes das Secretarias de Assuntos Jurídico, Indústria e Comércio e dos departamentos de Meio Ambiente e de Vigilância Sanitária, se reuniu em seu gabinete com o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Volcov e os vereadores Ademario Jesus Mendes (Bahia Cabeleireiro), Celso José Ursulino (Celso da Pinga), Edmilson Antonio da Silva (Baixinho), Eliane Ramos Correia Marques (Lili Marques), Iara Ap. Santo da Costa (Professora Iara), Jocimario Jesus Santos (Mário) e Marco Paulo Dalbello (Marco Dalbello) para tratar de um caso isolado acontecido ontem sem o conhecimento ou consentimento do Prefeito: um funcionário da Vigilância Sanitária de Araçariguama deferiu a licença de funcionamento sanitária do aterro localizado no Ribeirão do Colégio.

O ato unilateral realizado, vai contra e em desacordo com a política, o desejo e o querer do Prefeito e sua Gestão que são assumidamente contrários a instalação desse empreendimento.

“A Prefeitura já tomou as devidas medidas legais para que a questão fosse resolvida o mais rápido possível e a LICENÇA JÁ FOI CASSADA. Deixamos claro que o Prefeito Rodrigo Andrade e toda a Câmara de Vereadores estão alinhados com a vontade popular, deste modo, não compactuando com a instalação do aterro sanitário em Araçariguama, tanto, que para não haver vínculos de qualquer maneira com o referido empreendimento, a atual Gestão SUSPENDEU e PARALISOU a construção de duas escolas que estavam sendo construídas pela empresa responsável pelo aterro, fruto de um acordo com gestão anterior”, disse a prefeitura.