Ministério Público pede afastamento da prefeita de Araçariguama

Na tarde desta terça-feira, dia 15, o Ministério Público pediu à Justiça, o afastamento da prefeita de Araçariguama, Lili Aymar. O marido dela e um secretário municipal foram presos em flagrante, na segunda-feira,14, por cobrarem propina de uma empresária.

O ex-prefeiro Carlos Aymar e o secretário de governo da prefeitura, Israel Pereira da Silva, tiveram as prisões convertidas em preventiva pela Justiça. A defesa do ex-prefeito teve acesso ao processo e disse que ficou surpresa com a conversão da prisão temporária e que irá entrar com um habeas corpus.

A prefeitura de Araçariguama, através de nota, negou que Aymar seja o verdadeiro prefeito e que acompanha a apuração dos fatos e aguardará as suas manifestações para os autos quando tiver acesso.

“Tais afirmações não condizem com a verdade. Sua frequência na prefeitura estava exclusivamente ligada ao inexorável fato de o mesmo ser esposo da prefeita.”