Moradores de Alumínio que vivem perto de barragem vão passar por treinamento de segurança

Moradores de Alumínio que vivem na região próxima à barragem de rejeitos de bauxita de Palmital receberão um treinamento de segurança para indicar rotas de fuga em caso de rompimento da barragem.

Com capacidade para 30 milhões de metros cúbicos de rejeitos, hoje o local se encontra com 20 milhões, perto do limite. Com isso, a companhia responsável, juntamente com a Defesa Civil, está protocolando um plano de emergência junto a prefeitura desde 2017.

Segundo matéria do G1, o primeiro treinamento de evacuação da área está previsto para outubro deste ano, onde moradores serão levados até os pontos de encontro definidos no plano de emergência e aprovados pela Defesa Civil.

A simulação é para orientar e mostrar o que deve ser feito em uma situação de risco.

Ainda neste ano, várias reuniões entre representantes do poder público e da comunidade foram feitas para estabelecer medidas de segurança ao redor da barragem.

O risco de rompimento da barragem de Palmital é considerado baixo, de acordo com o último relatório sobre esse setor no estado. Porém, o ‘dano potencial’, que é a possibilidade dos resíduos atingirem áreas urbanas em caso de acidente, é considerado alto.

FONTE: G1