Morre um gênio

 

 

O astrofísico britânico Sthephen Hawking, que desafiou as expectativas de uma morte prematura, para se tornar no cientista mais popular do mundo. Faleceu no último dia 14 de março, aos 76 anos, em sua casa na cidade britânica de Cambridge, na Inglaterra.

Hawking, cujo livro “Uma breve história do tempo”, lançado em 1988, se tornou um best-seller, e o levou ao estrelato, dedicou a vida a desvendar os mistérios do universo e, apesar de nunca ter ganhado um Prêmio Nobel, era mais famoso do que qualquer pessoa premiada com ele.

Pense Nisso

Adair Ribotta

Whatsapp – 9-9690-3807