Munícipes aguardam consulta com psicólogo infantil há meses

Há cerca de três meses aguardando para conseguir agendar uma consulta com um psicólogo para a filha de 13 anos, a munícipe de Vargem Grande Paulista, Sueli Ramos, se queixa do descaso no atendimento da Secretaria de Saúde.

No último dia 3 de outubro, a munícipe ligou para a UPA do bairro Bela Vista e foi informada que a agenda havia acabado de chegar para a marcação da especialidade, mas já na manhã seguinte, ao tentar fazê-lo foi surpreendida. “Cheguei no outro dia para marcar e as vagas haviam acabado. Fui a diversos setores, subi na Secretaria de Saúde, no prédio de especialidades e falei com diversas pessoas, mas ninguém sabe de nada. Me fizeram de ‘peteca’ para lá e para cá, sem respostas”, desabafou.

“Minha filha precisa dessa consulta. Como pode abrir a agenda ontem e hoje não ter mais?”, questiona Ramos, alegando que a população está sem psicólogo infantil.

O problema não é vivido apenas por Sueli. Outros munícipes também estão na espera há muito tempo. “Estou com o mesmo problema. Há mais de um ano tento marcar psicólogo pro meu filho e nunca tem vaga. No começo a ficha ficava na fila de espera que nunca acabava, depois já não pegavam ficha por que não tinha psicólogos. Sempre tento, mas nunca muda”, disse outra mãe. “Estou esperando desde fevereiro pro meu filho e até hoje nada! Sempre com desculpas”, desabafou outra moradora da cidade.

As reclamações não param por aí. Outra munícipe relatou nas redes sociais que não há vagas para consulta com neurologista. “Me falaram para ligar daqui duas semanas pra tentar agenda somente para janeiro”.

De acordo com Sueli uma reclamação foi feita na Ouvidoria de Saúde, e ela aguarda uma resposta. “Muitas pessoas desconfiam que existe um protecionismo com parentes e conhecidos do Departamento de Saúde, privilegiando alguns com as vagas disponíveis, e o pior ainda nisso tudo, é o descaso com que somos tratados pelos funcionários. Debocham e nos fazem perder muito tempo”, finaliza Sueli.

Entramos em contato com a Prefeitura de Vargem Grande Paulista, mas até o fechamento desta edição não obtivemos retorno.