Prefeitura de São Roque é condenada a pagar R$ 200 mil por falso médico que atendeu na Santa Casa

A Prefeitura de São Roque foi condenada a pagar R$ 200 mil a uma moradora cuja mãe morreu depois de ser atendida na Santa Casa de Misericórdia. O valor é referente a danos morais uma vez que o Tribunal de Justiça manteve a decisão da Segunda Vara Cível de São Roque que entendeu que o município era responsável por fiscalizar o serviço.

Segundo informações do processo, a paciente foi atendida no hospital e diagnosticada com pneumonia, mas não recebeu o tratamento correto e veio a falecer doze dias depois. O Ministério Público vai investigar a conduta do falso médico que teria usado o nome de outro profissional para prestar atendimento no local.

“A Prefeitura de São Roque lamenta profundamente este fato triste, que estarreceu a população são-roquense à época, ocorrido durante a administração 2013-2016, de Daniel de Oliveira Costa.

A atual administração reforça que a Santa Casa de Misericórdia passa por processo de reorganização administrativa e operacional com o objetivo de atender cada vez melhor os pacientes.

Esta administração não tem compromisso com o erro e suas variante” – respondeu a prefeitura em nota.