Quem somos nós neste vasto mundo?

Esta semana estamos todos impactados por um sentimento anônimo que ainda não conseguimos interpretar direito. Medo, pânico ou culpa?

Quem somos nós? Seres que se sentem poderosos e que de repente são detidos em suas casas por uma entidade invisível que está nos fazendo refletir sobre nossa responsabilidade social, que antes estava relegada a um padrão automático de despreocupação com as consequências de nossas escolhas.

Não estamos imunes à nossa inconsciência ecológica. E neste caso, o invisível veio nos trazer a consciência de comunidade. Precisamos cuidar uns dos outros. Precisamos preservar os nossos velhinhos, precisamos ter consciência de que a nossa decisão de sair às ruas, sem as devidas precauções, estará não só nos colocando em risco de contágio por este ser invisível, mas colocando em perigo de contaminação os outros, que talvez não tenham as mesmas condições que nós de se cuidar.

Temos no Céu uma reunião de astros incumbidos de trazer consciência de quem realmente somos neste vasto mundo.

Saturno e Plutão, já há algum tempo, estão juntos, e em janeiro tiveram a sua conjunção exata. Neste momento, unidos a eles estão Marte e Júpiter em Capricórnio. E esta grande concentração de forças no signo de Capricórnio é justamente para nos lembrar de nossas responsabilidades no tempo. Estamos aqui para despertar, desapegar das crenças cristalizadas que instalamos em nossas mentes e aproveitar este momento celeste que está nos trazendo um ser invisível de poder desconhecido, a nos apresentar a nós mesmos. Somos todos iguais perante Deus!

Na sombra de Capricórnio, temos o signo de Câncer, que representa a memória, a família, o inconsciente e o passado que nos aprisionada à mente que nos separou de Deus.  O medo, o pânico e a culpa são os meios que esta mente, que esconde a nossa luz, usa para nos manter em seu domínio.

E, de repente, o feitiço pode virar contra o feiticeiro. Nós podemos mudar o rumo da vida no planeta. Podemos deixar de nos atacar e passar a nos perdoar e amar. O Corona Vírus não escolhe sexo, status social, riqueza ou pobreza.

Hoje eu quero te convidar a refletir sobre a sua contribuição ao mundo. E na verdade é simples, o que este momento está trazendo de aprendizagem para você? Como você pode sair melhor, mais fortalecida e mais consciente do seu papel no mundo, com o advento do Corona Vírus?

O que você está fazendo por você e pelos outros neste momento?

Sabemos que tudo isto vai passar. Mas temos hoje uma oportunidade única de pensar sobre como podemos nos tornar seres humanos melhores.

Eu só desejo que as pessoas no mundo não desperdicem esta tremenda oportunidade de expandir a consciência sobre o nosso papel aqui.

E você? O que pensa disto?

Contato:

Maria D’Arienzo – Astróloga

WhatsApp: (13) 99740-2082

Instagram:          @mariadarienzo.astrologia