São Roque usa Pfizer por falta de AstraZeneca para segunda dose

A vacinação contra COVID-19 segue cronograma acelerado na cidade de São Roque, porém, assim como em outros municípios do Estado de São Paulo, existe a falta de imunizantes da AstraZeneca. Segundo o governo paulista, o Plano Nacional de Imunização atrasou a entrega de mais um milhão de doses para a segunda fase da imunização. O Ministério da Saúde, no entanto, contesta essa informação e diz que o estado usou para primeira dose parte do estoque que deveria ser reservada para a segunda aplicação.

No Recanto da Cascata há bastante movimentação na manhã desta sexta-feira (1&) em busca da segunda dose para quem foi vacinado com AstraZeneca até 29 de junho deste ano. No local, as pessoas estão recebendo a segunda dose da Pfizer, em substituição. O uso combinado destas duas marcas das vacinas foi autorizado pelo Comitê Científico do Governo do Estado e pelo PEI, que embasaram a decisão em estudos da Organização Mundial de Saúde e orientações do próprio Ministério da Saúde. A decisão também foi aprovada em deliberação bipartite com o Conselho dos Secretario Municipais de Saúde de São Paulo (Cosems).

Nos postos de saúde dos bairros, a vacinação está sendo realizada com doses de AstraZeneca somente até meio dia. No Recanto da Cascata, a imunização segue até às 15h.