São Roque vai retomar aulas presenciais dia 18 de outubro

As escolas municipais de São roque deveriam retomar as atividades presenciais na segunda-feira (27/09). Os pais de alunos receberam comunicados diretamente das escolas (via WhatsApp) informando como seriam os procedimentos. No início, as escolas iriam atender de forma escalonada, com 50% da capacidade das salas e a presença não será obrigatória, ficando a critério dos pais a continuidade do ensino online. Mas em seguida, logo após a publicação desta matéria, o planejamento foi alterado.

No final da tarde desta sexta-feira (17), um comunicado da prefeitura trazia outra informação, indicando que somente os professores retornariam às escolas dia 27. E afirmando que as atividades voltam ao normal dia 18 de outubro.

O informe abaixo também circulou nos grupos de WhatsApp dos pais de alunos nas escolas.

Confira a nota oficial da Prefeitura de São Roque:

A Prefeitura de São Roque, reconhecida pela liderança e responsabilidade no combate à covid-19, destaca que estão confirmados pela Vigilância Epidemiológica 15 casos da variante Delta no município. Sendo assim, estamos reforçando todos os cuidados e protocolos de prevenção para volta às aulas presenciais.

Por esta razão, informamos que os docentes retornarão às escolas sem os alunos no dia 27/09. Dessa forma, teremos uma sequência mais saudável e estável de trabalhos para garantir que a tão aguardada retomada dos trabalhos presenciais ocorra com segurança e qualidade.

Segundo o Plano São Paulo de combate à pandemia, as unidades escolares particulares e estaduais efetuaram o retorno presencial de 100% de seus alunos, um modelo que unifica o tratamento dos estudantes e facilita o aprendizado e aplicação das aulas.

Destacamos que a Prefeitura de São Roque garantiu a imunização contra a covid-19, em 1ª e 2ª dose, de 100% dos profissionais de Educação, uma ação reconhecida na região e no Estado. Informamos que, seguindo o princípio da isonomia, retomaremos as aulas presenciais nas escolas municipais com 100% dos alunos após o recesso dos profissionais de educação, na data de 18/10.

+ Aulas da rede municipal de Mairinque voltam dia 27 de setembro

Unicef pede reabertura de escolas apesar da pandemia

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) pediu que as autoridades do setor de educação reabram as escolas o mais cedo possível em países nos quais milhões de alunos ainda não voltaram às salas de aula 18 meses após o início da pandemia de cvid-19.

Em 17 países, as escolas permanecem totalmente fechadas e, em 39, estão parcialmente fechadas, informa um relatório divulgado pelo Unicef nesta quinta-feira (16).

Entre as “quase completamente fechadas”, estão escolas frequentadas normalmente por cerca de 77 milhões de estudantes das Filipinas, de Bangladesh, da Venezuela, da Arábia Saudita, do Panamá e do Kuwait.

Quase um terço desta cifra corresponde às Filipinas, país que está enfrentando um dos piores surtos de covid-19 da Ásia e onde um novo ano letivo começou nesta semana.

Segundo o Unicef, os alunos dos seis países representam mais da metade dos 131 milhões de todo o mundo que perderam mais de três quartos do ensino presencial.

“A crise educacional ainda está aqui e, a cada dia que passa com salas de aula no escuro, pior a devastação”, disse a diretora executiva da agência das Nações Unidas, Henrietta Fore.

O relatório acrescenta que os professores deveriam ter prioridade na vacinação contra covid-19, depois dos profissionais de saúde e das pessoas sob risco maior, para protegê-los da transmissão comunitária.

De acordo com a Unesco, os estudantes podem estar mais seguros em casa, mas a disponibilidade de computadores e celulares e da internet, além da qualidade desigual da educação estão entre os desafios que eles continuam a enfrentar.

Fonte: EBC Internacional