9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia

Às vezes, a razão do inchaço pode ser facilmente identificada por aquela porção de fritura que você comeu. Às vezes, os alimentos que incham a barriga e deixam você pesado são difíceis de detectar, uma vez que os organismos são muito individuais.

Na verdade, o inchaço pode acontecer mesmo se você se alimenta com saladas e lanches leves. Por isso, é importante saber que você não deve evitar alimentos super saudáveis apenas porque eles podem te deixar inchada. É só evitá identificar o que pesa no seu organismo e evitá-los em ocasiões específicas, como aquele fim de semana em que você tem uma prova (ou uma festa) e quer estar se sentindo leve.

Contudo, se você está em casa no sofá, não há razão para não estourar a pipoca se tiver vontade – principalmente porque que o inchaço geralmente some pela manhã.

Vale lembrar que algumas pessoas têm uma intolerância mais forte a leguminosas e outros alimentos chamados FODMAPS (sigla para Fermentable Oligo-, Di-, Mono-saccharides And Polyols). Estes alimentos são uma família de carboidratos, monossacarídeos, dissacarídeos, oligossacarídeos e polióis que podem causar problemas digestivos mais sérios e evidentes para algumas pessoas. Se você desconfia que é o caso, procure um nutricionista para investigar melhor.

1. Chiclete sem açúcar

A principal razão pela qual algo tão pequeno pode causar grande inchaço? Duas palavras: álcoois de açúcar. Um deles, aliás, anda na moda no universo das dietas no Brasil: o xilitol.

Feitos de carboidratos que não absorvidos pelo corpo, em algumas pessoas especialmente sensíveis eles podem causar gases, dor de estômago e até diarréia. Além do xilitol, alguns dos nomes mais comuns para os álcoois de açúcar são o manitol, o sorbitol, o maltitol e o eritritol. Por isso, fique atenta às listas de ingredientes.

2. Água com gás

Todo mundo sabe que refrigerantes provocam inchaço. Mas as bolhas que estão em algumas bebidas também são um fator agravante. Mesmo sem qualquer adoçante, esse gás pode inflar sua barriga como um balão.

Para ver se este é o culpado, você pode tentar comer a mesma refeição ou lanche com água normal e, depois, com água com gás para comparar como se sente.

3. Alho

O alho é um exemplo de alimento mal absorvido do trato gastrointestinal para o sangue, ou totalmente não absorvido. Este tipo de alimento arrasta a água para o intestino e é fermentado por bactérias, que acumulam gás dentro do intestino.

No entanto, isso não significa que você precisa cortar o pão de alho. Até porque algumas pessoas são mais sensíveis do que outras. Então, da próxima vez que você comer algo temperado com alho, fique de olho em como se sente.

4. Pipoca

Este lanche também pode fazer algumas pessoas se sentirem um pouco inchadas. Tão injusto, né? Uma porção equivale a três ou quatro xícaras. Essa quantidade contém a mesma quantidade de carboidratos que uma fatia de pão.

Porém, irá ocupar muito mais espaço em seu estômago, que pode fazer com que sua barriga aumente temporariamente. Palavra chave: temporariamente. Portanto, se você não tem para onde ir esta noite, não existem preocupações! E a pipoca feita em casa com um fio de azeite e pouco sal é ótima: milho é um cereal integral e a pipoca é rica em antioxidantes e fibras (aliás, são elas que enchem a barriga). Portanto, não abra mão desse lanche por causa da barriguinha cheia.

5. Saladas grandes

O primeiro problema é um não-problema (como o da pipoca): a salada é rica em fibras e água. Então uma saladona vai ocupar mais espaço em seu estômago e, portanto, expandi-lo mais do que uma refeição pequena – mesmo que a salada tenha menos calorias.

A outra questão é que alguns vegetais têm o mesmo “problema” citado no caso do alho, como repolho, pimentão, cogumelos e cebola. Portanto, se você é mais sensível, comer uma salada grande pode ser um golpe duplo para o inchaço. Tente ir isolando-os até descobrir quais os alimentos que incham a barriga que estão normalmente na sua salada.

6. Café

Obviamente, se você é intolerante à lactose, você sabe que adicionar creme ou leite ao seu café deixará seu estômago inflado. Mas o café preto também pode desencadear alguns problemas próprios de inchaço.

Como o café é ácido, se você tem um estômago sensível, ele pode ser irritante e causar inchaço imediato. Se você adicionar açúcar ou um adoçante artificial, o efeito pode ser ainda pior.

Portanto, na hora de tomar seu café, mantenha a dose pequena e fique de olho em como você se sente bebendo.

7. Feijão

Você já deve ter ouvido alguma vez na vida que feijões são os campeões dos alimentos que incham a barriga. Mas deixar de comê-los por isso é um erro: eles são cheios de proteína, fibras e um monte de outros nutrientes. Assim como outras leguminosas: grão-de-bico, lentilha e favas, por exemplo.

Para reduzir o excesso de amido indutor de inchaço, você deve deixá-los de molho por no mínimo duas horas. Se puder deixar a noite toda para cozinhar o dia seguinte, com algumas gotas de vinagre, sua digestão dele será muito melhor. Ah, descarte a água do molho. A ingestão frequente tende a ajudar a microbiota do seu intestino a se adaptar e isso também ajuda a reduzir o inchaço.

8. Leite

O leite, por melhor que seja para os nossos ossos, pode ser mais complicado para o nosso organismo do que seus “primos” mais gordurosos, como creme, manteiga e ghee.

Muitas pessoas são intolerantes ao soro de leite, lactose e caseína. Nestes casos, apostar em leite sem lactose pode não ser suficiente. E se você é alérgico a laticínios, você pode sentir inchaço como um sinal de inflamação na pele.

Se os laticínios não servem para você, uma boa substituição são leites de amêndoas e de coco como ótimas alternativas.

9. Cerveja

Se alguém não tolerar as proteínas, lectinas ou pesticidas no trigo ou nos grãos usados na cerveja, então o corpo responderá com uma inflamação no corpo e no sistema imunológico.

Então, não, você não está imaginando coisas quando sai do bar jurando que seu estômago se parece com o de Homer Simpson. Mas isso não precisa ser um motivo para você excluir totalmente as cervejas do cardápio. Se realmente gosta, beba apenas de vez em quando e prefira se possível vinho ou destilados.