Estresse e Ansiedade favorecem o aparecimento de rugas e outros problemas de pele

Por ser um órgão externo, é na pele que são denunciadas a maioria das alterações do organismo, como, por exemplo, as rugas. Diversos fatores podem favorecer o aparecimento delas, inclusive o estresse e a ansiedade, quadros cada vez mais frequente no mundo moderno. O estresse e a ansiedade prejudicam as células da pele e seu processo de renovação capas protetoras dos cromossomos que têm como função preservar o DNA.


A consequência disso é o aceleramento do envelhecimento, causando rugas e manchas na pele. Um dos efeitos do estresse psicológico é alteração da flora intestinal que acaba aumentando a absorção de substancias prejudiciais à saúde que aumentam a quantidade de radicais livres. Os radicais livres alteram a estrutura do colágeno causando envelhecimento da pele.

Porém, esses não são os únicos efeitos do estresse e da ansiedade sobre a pele; eles trazem vulnerabilidade a agentes causadores de infecção, alergias e acnes. Isso gera aumento das coceiras e prurido. A queda capilar também pode ser potencializada pelo estresse excessivo. Como os quadros também acometem o sistema imunológico, faz com que a cura desses problemas seja mais demorada. No caso de tratamentos estéticos, a pele pode ter uma dificuldade de ser estimulada por conta da liberação de mensageiros inflamatórios, que também dificultam a cicatrização.