Vigilância Epidemiológica de Mairinque inicia campanha contra Tuberculose

A Secretaria da Saúde de Mairinque, por meio da Vigilância Epidemiológica, inicia nesta segunda-feira (16) e segue até o dia 30 de março, a campanha de intensificação contra a Tuberculose. O objetivo da ação é conscientizar os munícipes sobre os sintomas e incentivar a procura pelos serviços de saúde, para identificar e tratar a doença.

Tosse seca contínua nos primeiros dias, que depois passa a contar com secreção e dura por mais de três semanas, cansaço excessivo, falta de ar, febre vespertina e transpiração durante a noite são os principais indícios da Tuberculose. Caso o cidadão apresente algum desses sinais, deve buscar pela Unidade de Saúde mais próxima de sua residência para realizar o exame de escarro.

Trata-se de uma doença contagiosa, causada por uma bactéria que atinge os pulmões, mas também pode afetar outros órgãos do corpo humano, como ossos, rins e meninges e sua transmissão é direta. O doente expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotas de saliva que contém o agente infeccioso e podem contaminar outros indivíduos ao redor.

Luiz Pinheiro, Chefe de Divisão da Vigilância Epidemiológica, ressalta a importância da campanha. “A tuberculose pode ser um grande problema, principalmente porque as pessoas não conhecem os sintomas e não sabem que tem a doença. O tratamento deve ser feito por um período mínimo de seis meses, sem interrupções, e é oferecido gratuitamente em toda a rede básica de saúde do município”.

O atendimento nos postos ocorre das 07h às 16h e, em caso de dúvidas, o cidadão poderá buscar mais informações no telefone: (11) 4708-3574 – Vigilância Epidemiológica.