Sindicato dos Rodoviários define ações para proteção dos trabalhadores e população

A diretoria do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região informou no fim desta quarta-feira, 18, as ações que está colocando em prática diante da pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, para proteger a saúde e o emprego de todos os trabalhadores e trabalhadoras em transportes. Confira a nota:

“O Sindicato reconhece a importância de manter os serviços de transporte em funcionamento para atendimento à população. Com destaque especial ao setor de cargas, serviço essencial para manter o abastecimento de alimentos, remédios, produtos para hospitais, entre outros e que não pode parar neste momento de crise sanitária.

O Sindicato informa que está notificando as empresas de transporte de todos os setores – urbano, intermunicipal, rodoviário, de fretamento, concreto, de cargas e diferenciado -, para que tomem as seguintes providências para proteger os trabalhadores e trabalhadoras em transportes que estarão cumprindo com suas funções para o bem comum da sociedade:

– disponibilizar equipamentos individuais de proteção como máscaras N95 e luvas descartáveis a todos os trabalhadores(as), em quantidade suficiente para seguir as normas de proteção determinadas pelos órgãos oficiais de saúde;

– disponibilizar álcool gel 70% aos motoristas, cobradores, agentes de bordo e pessoal de função de apoio;

– garantir que ao final de cada viagem os trabalhadores(as) tenham à disposição água corrente, sabão e toalhas de papel para poderem fazer a higienização adequada conforme determinação dos órgãos oficiais de saúde;

– para o transporte coletivo de passageiros em geral, redução mínima de 30% da frota de veículos em circulação no prazo de 72 horas, com adoção de rodízio de trabalhadores(as);

– liberação de todos os trabalhadores(as) que fazem parte do grupo de risco, ou seja, trabalhadores a partir de 60 anos, diabéticos, gestantes, hipertensos, portadores de insuficiência renal crônica ou de doença respiratória crônica, sem prejuízo de salário;

– garantia de emprego e salário a todos os trabalhadores(as), caso ocorra um agravamento na proliferação do vírus, podendo até haver suspensão total dos serviços de transporte.

Aos trabalhadores e trabalhadoras, o Sindicato recomenda:

– manter todas as janelas dos ônibus abertas para garantir a ventilação. No caso do transporte rodoviário e de fretamento, não usar ar condicionado;

– não cumprimentar passageiros com aperto de mãos, abraço, beijo ou qualquer contato físico;

– não permitir que pessoas viagem na parte da frente do ônibus, na cabine do ônibus junto ao motorista;

– procurar não colocar as mãos na boca, nariz e olhos durante as viagens;

– lavar as mãos conforme recomendação dos órgãos oficiais de saúde ao final de cada viagem e usar o álcool gel sempre que puder;

– usar os equipamentos de proteção (máscara e luvas) adequadamente.

Por fim, a diretoria do Sindicato dos Rodoviários repudia a postura irresponsável de Jair Bolsonaro (sem partido) que, mesmo diante do avanço do coronavírus no Brasil, continua a tratar a questão sem a seriedade que o momento exige e a decisão do governo federal de permitir que empresas cortem salário dos trabalhadores(as). Fato que demonstra o total descaso de Bolsonaro com os setores mais fragilizados da população e que irão sentir mais fortemente o impacto negativo dessa crise sanitária.

Essa postura governamental só irá agravar ainda mais a crise econômica e social que já existe no Brasil. A Central Única dos Trabalhadores (CUT), a qual este Sindicato é filiado, e as demais centrais sindicais brasileiras exigem que o governo cumpra com o seu dever de proteger os trabalhadores(as), assegurando os empregos e a renda. Uma pauta com diversas medidas para combater o coronavírus e preservar as economias locais e os empregos.

Por fim, o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, com a responsabilidade e seriedade, fará tudo o que for possível e necessário para proteger os trabalhadores e trabalhadoras em transportes diante de mais essa crise que assola o Brasil.

Paulo João Estausia

Presidente do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região