Sindicato protocola greve da empresa Mirage por atraso de benefícios e corte do plano de saúde

O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região informou que protocolou, nesta segunda-feira (28), uma notificação de greve da empresa Mirage Transportes, operadora do transporte público em São Roque. De acordo com o que foi informado, a ação aconteceu, pois o plano de saúde da categoria foi cortado novamente e a empresa não efetuou o pagamento da parcela atrasada do tíquete-refeição previsto no acordo coletivo de trabalho da Medida Provisória 936/2020 (Lei 14.020 de 06 de julho de 2020).

Além desses problemas, o Sindicato apurou que a empresa está submetendo os trabalhadores a uma jornada de trabalho excessiva e que, além disso, três trabalhadores foram inseridos de forma errônea na MP 936/2020. O Sindicato exige que a empresa antecipe o pagamento a esses funcionários.

Os trabalhadores deverão aguardar o prazo legal de 72 horas do protocolo da notificação de greve para iniciar a paralisação do transporte urbano de São Roque. O Sindicato dos Rodoviários também protocolou comunicado de notificação de greve na Prefeitura Municipal de São Roque.

Pandemia

A frota de ônibus em operação no município de São Roque está reduzida por determinação do poder público e, desde junho, a empresa Mirage aderiu à Medida Provisória 936/2020, colocando 69 trabalhadores em suspensão de contrato de salário e 2 trabalhadores em redução de jornada e salarial. Apenas 17 funcionários continuam com jornada integral de trabalho.

Após constatar aglomeração no interior dos ônibus, o Sindicato dos Rodoviários protocolou documento na empresa e na Prefeitura de São Roque solicitando o aumento da frota, a adoção da regra para transportar apenas passageiros sentados, com lotação de banco e ampliação da segurança aos trabalhadores e à população. Nenhuma dessas reivindicações foi atendida pelo poder público.