Vacina AstraZeneca/Oxford tem 76% de eficácia após 22º dia

A vacina que vem sendo aplicada em São Roque para idosos com 67 anos ou mais e outros grupos, como forças de segurança e profissionais de educação é de um lote da AstraZeneca/Oxford. Diferente da Coronavac, o intervalo entre a primeira e segunda dose dessa vacina é de três meses, o que gerou dúvidas entre alguns vacinados.

Um estudo publicado na revista The Lancet mostra que a vacina de Oxford tem 76% de eficácia entre o 22º e o 90º dia após a aplicação da primeira dose. Ela também reduz em 67% a transmissão do novo coronavírus.

Isto significa um alto índice de proteção inclusive em relação aos estudos publicados sobre a Coronovac. É importante ressaltar que nenhuma vacina oferece 100% de imunização, mesmo depois da aplicação da segunda dose. As pessoas devem sempre manter cuidados de distanciamento e higiene.

Os estudos iniciais indicaram uma imunidade pouco maior que 50% nos testes iniciais da Coronavac após a administração da segunda dose da vacina. Novos testes buscam inclusive uma maior efetividade do imunizante aumentando o intervalo entre as doses. Mantendo-se o intervalo de três meses entre as aplicações, após aplicação da segunda dose da AstraZeneca/Oxford, a eficácia é de 82,4%,.

Em relação às taxas de transmissão, os testes de PCR analisados mostram redução de 67% no número de pessoas assintomáticas que poderiam transmitir o vírus. Isso é importante para buscar a imunidade coletiva contra o vírus que causa a COVID-19.