Jair Bolsonaro nega piora na saúde: “em plena evolução”


O presidente Jair Bolsonaro usou sua conta no Twitter para negar que seu estado de saúde tenha piorado. “Encontra-se em plena evolução”, escreveu. A mensagem foi publicada nesta 3ª feira.

O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, disse na 2ª (4.fev) que Bolsonaro foi submetido a tratamento com antibióticos após apresentar febre de 37,3 °C e alteração em exames laboratoriais, o que pode indicar processo infeccioso.

Por conta disso, a alta médica do presidente foi adiada em 7 dias. Estava prevista para 11 de fevereiro. Exames de imagem mostraram uma “coleção líquida” ao lado do intestino na região da antiga colostomia, segundo o último boletim médico.

Jair Bolsonaro está internado em unidade de cuidados semi-intensivos do hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP). Ele permanece em jejum oral, com sonda nasogástrica e nutrição parenteral (endovenosa) exclusiva.