Flores Comestíveis | O Democrata

Você sabe quais são as flores que podem ser consumidas com segurança? Atualmente, as flores comestíveis são usadas para enfeitar ou fazer parte dos ingredientes de pratos salgados e doces, e em alguns casos podem ser usadas como ervas, seu uso faz parte de diversas cozinhas regionais, cozinha asiática, europeia e do Oriente Médio.

Além de ressaltar a beleza dos pratos, elas também são deliciosas e teve por muito tempo seu uso reservado para as confeitarias chiques e restaurantes cinco estrelas. Com a era das fotos e imagens das mídias sociais, muitos exemplos do uso das flores em sorvetes, smoothies, saladas, tortas e os mais diversos pratos foram disseminados e as pessoas começaram a ousar na criatividade e aprendendo a incorporar as flores em suas criações culinárias.

O termo comestível quer dizer que a flor cultivada para consumo não foi tratada com pesticidas ou conservantes inseguros a alimentação. Seu preparo requer cuidado, pois as flores costumam ser delicadas e sua limpeza em geral se dá em tigela com água limpa e após um tempo são deixadas para secar ou secadas delicadamente.

A flor de abóbora que fica disponível do final da primavera ao início do outono, tem sabor suave e são geralmente fritas, mais se for recheada com uma mistura de ricota e ervas ou tofu com alho e especiarias ficam deliciosas.

O hibisco tem um sabor cítrico e pode ser usado tanto para se fazer chás, como geleias, para compor iogurtes ou creme de aveia. Além de auxiliar na redução da pressão arterial conforme diversos estudos científicos, ela é encontrada facilmente em empórios e mercados já seca.

As rosas nem sempre agradam ao paladar de todos e são mais utilizadas para enfeitar. Porém quando tem suas pétalas distribuídas em saladas agridoces dá um frescor com notas florais. Você pode fazer água de rosas, somente colocando água quente nas pétalas das rosas, que podem ser benéficas para a garganta, pois auxilia no relaxamento dos músculos da garanta.

Os dentes de leão popularmente usado em chás e em remédios naturais é uma flor deliciosa além de ser rica em antioxidantes, que podem ajudar a controlar níveis de açúcar no sangue. E o que dizer da lavanda, tem quem ame e quem odeie por ter um sabor intenso, sendo indicada para melhorar a digestão e a ansiedade. Normalmente é usada em bolos ou em xaropes para compor bebidas.

O amor perfeito se apresentam em cores diversas, são ricas em antioxidantes com sabor delicado e floral. Quando cristalizadas podem ser usadas para enfeitar doces e bolos ou ao natural em saladas. A madressilva além de ser usada pela medicina oriental há séculos por ter propriedades anti-inflamatórias e como chá ela promove o relaxamento, porém tem que ser consumida com cautela, por terem muitos tipos e alguns serem venenosos.

A camomila é bem conhecida pelos efeitos calmantes, já quando consumidas ao natural devem ser em poucas quantidades por terem um sabor terroso e amargo. No caso da beldroega que costumam ter suas folhas refogadas, você pode utilizar suas flores amarelas para decorar o prato, ela é rica em melatonina e se você comer durante o jantar vai auxiliar na promoção do sono.

A mais conhecida em composição de saladas, a capuchinha tem um sabor picante que lembra o agrião, essa planta pode ser consumida integralmente, flores, folhas e talos. É excelente para aromatizar vinagres e pode ser adicionada a diversos pratos. A flor-de-mel tem um aroma intenso de mel e sabor adocicado, essa flor combina com sobremesas, carnes e até peixes. É branca e delicada, com folhas de sabor apimentado. E também em diversas cores temos a cravina, com aroma característico, pode ser misturado ao açúcar para o preparo de bolos e também combina com saladas, seu sabor lembra o cravo-da-índia.

As flores comestíveis não são apenas bonitas, tem vários sabores e propriedades benéficas ao nosso organismo e a nossa visão. Podem ser usadas ao natural, cristalizadas, amassadas em chás e sucos, em cubos de gelo. Para colher prefira logo cedo, quando os sabores estão mais intensos, se não for usar as flores imediatamente, você pode armazenar na geladeira em um pote por até sete dias. Em geral apenas as pétalas das flores são consumidas, quem sofre da febre do feno deve evitar comer o estame da flor (onde o pólen é produzido).

Algumas flores mesmo sendo lindas não devem ser consumidas por serem tóxicas, como as: Ervilhas, rododentros, hortênsias, lírio do vale, dedaleira, jacintos, narcisos, entre outras.

Silvia Hermida – Bióloga e Produtora Rural

Fonte: Fonte: Bussi, C. M. C. “Uma revisão sobre os efeitos benéficos de fitoquímicos presentes em flores comestíveis”. Artigo em: www.vponline.com.br.

Toda quinta-feira os cidadãos de São Roque têm a oportunidade de interagir e adquirir produtos produzidos localmente com manejo agroecológico na Feira Agroecológica de São Roque, que ocorre na Av. 3 de Maio, 900 das 8h até as 12h. @feiraagroecosaoroque

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados