Exportação de frutas cresceu 21,39% este ano

FRUTAS

O volume de frutas exportadas para outros países cresceu em 21,39% nos primeiros quatro meses deste ano, quando comparado com o mesmo período de 2020. Os dados constam do 5º Boletim Prohort divulgado, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Em valor, o aumento gerado pelas vendas chega a 23,22%. A Europa é o principal destino das frutas brasileiras, sendo que os três maiores consumidores são Países Baixos, Reino Unido e Espanha.

PARADIGMAS

Apenas 23% do espaço agrícola brasileiro possui algum nível de cobertura por internet e, mesmo assim, o Brasil consolidou-se como potência agroambiental no cenário mundial. Com a iluminação das áreas rurais ainda sem conectividade, o Brasil passará por grande transformação na forma de produzir no campo e criará novos paradigmas para o setor. É o que demonstra estudo divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

PLANO SAFRA

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) recebeu o subsecretário de Política Agrícola e Negócios Agroambientais do Ministério da Economia, Rogério Boueri, para debater o Projeto de Lei do Congresso Nacional, que aborda questões importantes para recomposição do Plano Safra e tem reflexo direto na produção brasileira. O encontro ocorreu de forma virtual durante a reunião-almoço da bancada.

SAFRA 2

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) entregou à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, as propostas da entidade para o Plano Agrícola e Pecuário 2021/2022, construídas de forma conjunta com as Federações de Agricultura e Pecuária nos Estados, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), sindicatos rurais e produtores.

CÚPULA

A Sociedade Rural Brasileira participou, de um encontro promovido pelo Ministério das Relações Exteriores para debater propostas do Brasil que serão apresentadas na Cúpula dos Sistemas Alimentares da Organização das Nações Unidas (ONU), a ser realizada em setembro, em Roma. O diretor da SRB Marcelo Schun Junqueira, que representou a entidade da reunião de uma série chamada de “Diálogos Nacionais”.

EXPORTAÇÕES

As exportações do agronegócio em abril bateram recorde e chegaram a US$ 13,6 bilhões, o maior valor mensal já registrado em um mês desde o início da série histórica, em 1997. Esta receita representa uma alta de 39% em relação ao mesmo mês de 2020, segundo análise da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) com base nos dados do Ministério da Economia.

CESTAS

Comunidades indígenas do Distrito Federal e entorno, além de estudantes indígenas vinculados à Universidade de Brasília, recebem cestas de alimentos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em ato simbólico que foi realizado dia (20), em Brasília (DF). O evento marca a doação de 1.000 cestas de alimentos para 232 famílias e 59 estudantes de várias etnias.

CANA

A primeira estimativa da safra de cana-de-açúcar 2021/22, divulgada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), indica que o Brasil deve produzir 628,1 milhões de toneladas, volume 4% menor em comparação com 2020/21. A queda é explicada pela redução de 3% na área de colheita no Sudeste, principal região produtora do país, com 5,2 milhões de hectares, e decréscimo de 6,2% na produção, prevista em 402,2 milhões de toneladas.

ENERGIA

O Brasil ganhou um grande aliado rumo à transição energética de baixo carbono: o Programa Combustível do Futuro. Resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) que cria e institui o Comitê Técnico do programa foi aprovada, pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. O programa propõem medidas para incrementar a utilização de combustíveis sustentáveis e de baixa intensidade de carbono.

CAFÉ

As exportações dos Cafés do Brasil em doze meses, especificamente no período acumulado de maio de 2020 a abril de 2021, atingiram um volume físico total equivalente a 45,88 milhões de sacas de 60kg, com preço médio unitário de US$ 125,76, e receita cambial de US$ 5,77 bilhões. Desse volume, 41,82 milhões de sacas foram de café verde, 4,03 milhões o equivalente a sacas de café solúvel e 25,09 mil de café torrado e moído.

Com assessorias de comunicação – Edição jornalística: Mauricio Picazo Galhardo – mauricio.picazo.galhardo@gmail.com