Reforço Imunológico | O Democrata

Todos sabemos que manter uma boa qualidade de vida, nos alimentando, descansando e cuidando do nosso corpo e mente da melhor forma possível, é importante para manter o equilíbrio do nosso organismo. Nosso sistema imunológico é naturalmente forte, porém podemos ajudar tomando algumas medidas para que esse sistema funcione sempre bem.

Um dos pilares da imunidade alta é ter uma boa alimentação, e pense bem, você cuida do que coloca no prato no seu dia a dia? Ter uma alimentação equilibrada te auxilia nessa tarefa, e não precisa ter alimentos caros ou difíceis de serem encontrados, basta ter:

  • Grãos integrais, como aveia, arroz integral, quinoa
  • Leguminosas: feijão, grão de bico, lentilha, ervilha
  • Frutas e hortaliças , exemplos: banana, laranja, alface, tomate, mamão, couve, repolho. Entre outros.
  • Proteínas como: frango, carne vermelha, cogumelos e peixes.
  • Panc´s como: beldroega, ora pro nobis, capuchinha, bertalha, serralha, taioba.

Garantindo quantidades adequadas de carboidratos, fibras e proteínas, seu organismo terá um fornecimento de energia às células de defesa, uma melhor constituição dessas células e seu intestino saudável, pois ele também atua como uma barreira de defesa em nosso corpo. Os minerais e vitaminas variadas, como as do complexo B, estimulam a produção de anticorpos e auxiliam na absorção de nutrientes.

Divida suas refeições ao longo do dia, pequenos lanches são ótimos reforços para o sistema imune, como porções de castanhas, amendoim, frutas, vegetais (cenoura ou pepino em palitos, por exemplo), esses alimentos são compostos por nutrientes como selênio e zinco (castanhas), que podem auxiliar na atividade de defesa das células e por serem antioxidantes.

As sementes como as do gergelim, chia, linhaça, semente de abóbora seca, têm boa concentração de antioxidantes e ômega 3, e as frutas cítricas (Laranja, limão) ricas em vitamina C e o tempero mais usado em nossas casas, o alho e a cebola (antibactericidas e antioxidante), as verduras escuras (couve, espinafre, agrião, bertalha, ora pro nobis, taioba, rúcula) fonte de cálcio e vitamina E, os cogumelos e carnes que são fonte de proteínas e  potássio, são excelentes para ativar sua imunidade.

O preparo de alimentos como as Panc´s que são muitas vezes encontradas nos quintais, pode melhorar e agregar sabor e nutrientes na sua dieta, por exemplo, você pode usar a taioba no lugar da couve, substituir a escarola por serralha, rechear tortas com beldroegas ou caruru.

A folha do picão dá um chá muito saboroso, como a folha do ora pro nobis que também pode ser usada para chás, e é rica em vitaminas do complexo B, A, C, fibras e fósforo, suas folhas podem ser também consumidas em outros preparos, cruas ou cozidas, e até acrescentadas em massas como dos pães, tortas e macarrão.

O equilíbrio também deve ser levado em conta na ingestão de bebidas, já que o excesso de álcool agride o sistema de defesa do nosso corpo, pois desequilibra a concentração de nutrientes no organismo e diminui a concentração de por exemplo, magnésio que é importante para a produção e atividade das células de defesa. Outros excessos que devemos evitar está no que diz respeito ao uso de açúcar, sal e gorduras saturadas. Experimentar novos sabores e substituir o óleo do dia a dia por azeite ou óleo de abacate pode ser uma boa.

Sua saúde mental é vital para que você alcance o bem estar como um todo. O estresse emocional inibe nossas defesas e aumenta a chance de baixar nossa imunidade e ficarmos doentes. Nesse caso, além de fazermos algo que nos agrade e nos relaxe, cuidar da rotina do sono é vital, e para alcançar as horas de sono que te deixarão bem, vale lançar mão do que for melhor para você relaxar, como um banho morno antes de dormir, um chá, uma boa leitura, música, ou o que fizer você se sentir em paz.

Dê preferência aos alimentos orgânicos e agroecológicos sempre que possível, eles são livres de agrotóxicos, tem maior quantidade de compostos bioativos, que atuam na prevenção de doenças e participam de uma variedade de funções em nosso organismo.

Silvia Hermida – Bióloga e Produtora Rural

Fonte: Kinupp, V.F. “Plantas Alimentícias não Convencionais (PANC) no Brasil.

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados