Saberes rurais ligados a sustentabilidade | O Democrata

Atualmente os saberes são disseminados pelo meio digital em quantidade e frequência que nem sempre alcança a todos, mesmo com a ideia de que a tecnologia chega a todo lugar, o que não é verdade, já que nos recônditos rurais, em muitos casos não existe essa comunicação digital tão difundida. As pessoas mais simples, em muitos casos, têm o seu dia a dia pautado nos saberes culturais e de trabalho acumulados e passados para seus filhos e pessoas que convivem diariamente na lida no campo.

O conhecimento das pessoas são muito importantes para que as organizações sociais, tenham acesso a processos e conhecimentos essenciais para o desenvolvimento de tarefas e ações que são necessárias para o desenvolvimento de atividades laborais e de permanência do homem no campo. Saber como essas pessoas acumulam o conhecimento e sobrevivem sem a comunicação digital, pode trazer ferramentas para melhorar e aprender como trazer o desenvolvimento rural aliado com a sustentabilidade do meio e das pessoas.

É realmente necessário ampliar o olhar do desenvolvimento na agricultura e não excluir os saberes tradicionais nas comunidades rurais, pois quando se pensa em desenvolvimento sustentável, envolver os diversos saberes, trará mais riqueza de detalhes e interação entre todos os tipos de conhecimento. Para tanto, analisar os saberes locais ou tradicionais da cultura da agricultura familiar e demais populações rurais numa perspectiva de desenvolvimento rural, com certeza agrega valor aos conhecimentos obtidos.

O desenvolvimento de técnicas agrícolas quando aliadas ao saber local, favorece a todos os envolvidos, pois quando se faz um estudo sem excluir quem trabalha na terra, as alternativas de sustentabilidade aliadas ao desenvolvimento rural pretendido, trazem perspectivas que podem atender um maior numero de interessados, com características que podem auxiliar tanto os consumidores como os produtores agrícolas.

Existe a ideia de que o progresso é por si só um melhoramento, e em alguns momentos isso é implementado sem ter passado por um prévio conhecimento do que realmente é necessário ser realizado para que esse melhoramento seja realmente aplicado, e por vezes, o que é preciso é mais simples do que se pensa, e quando o diálogo acontece entre o órgão que quer aplicar o “melhoramento” e as pessoas que de fato serão beneficiadas por este progresso, as ações quando pensadas em conjunto são superiores, mesmo quando a análise social não é simples, porém é importante se pretende trazer um desenvolvimento e aproveitamento dos saberes daquela localidade sem trazer conflitos entre o que é possível e o que se almeja.

Portanto, valorizar quem esta em contato com a terra desde sempre, seus conhecimentos e noções de preservação do ambiente que podem ser melhorados, tendo em vista a inclusão do que se sabe para que o desenvolvimento sustentável não seja implementado apenas para fazer parte de análises e articulações políticas, e sim para favorecer realmente quem esta em contato diário com a terra. Como os recursos naturais são finitos, as correções do modelo de desenvolvimento rural são imprescindíveis, e o conhecimento e melhoramento do modo como se trabalha e se usa os recursos naturais, somente ocorre quando os conhecimentos locais e dos que estudam o meio ambiente e os recursos de cada local se unem em prol da sustentabilidade de todos os envolvidos, levando em consideração o ambiente local, suas aptidões e as necessidades atuais e futuras.

Então integrar as diversas culturas existentes entre os que cultivam, os que estudam e os que implementam as ações determinadas pelos governos, é vital para que a sustentabilidade no campo ocorra favorecendo o ambiente sem esquecer das pessoas que vivem nele.

Silvia Hermida – Bióloga e Produtora Rural

Fonte: Almeida J. “Da ideologia do progresso à ideia de desenvolvimento (rural) sustentável.” 2015. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/237518300

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados