Paróquia São Roque

Thaíza Thiemi Kono – Setor 05 – Comunicação

Caro paroquiano,
Conforme apresentamos na semana passada, estamos divulgando um artigo que o nosso Bispo Dom Frei João Bosco Barbosa de Sousa (OFM) publicou, no site da Diocese de Osasco (www.diocesedeosasco.com.br/noticias), dia 01 de junho de 2015, sobre um tema que está sendo muito debatido nos municípios do nosso País: a “Ideologia de Gênero”. Confiram a segunda parte deste texto. Esperamos que todos leiam e reflitam com muita atenção esta mensagem do nosso Bispo.
PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO – VAMOS ACOMPANHAR COM ATENÇÃO A DEFINIÇÃO DOS CAMINHOS DA PÁTRIA EDUCADORA
A “ideologia de gênero” não se apresenta com esse nome, pois ideologia aqui tem um sentido bem negativo: não é um simples conjunto de ideias, mas uma formulação doutrinária feita para persuadir e forçar sua implantação sem que as pessoas envolvidas possam reagir com consciência a isso que as agride. No caso, começa-se a perceber sua incidência no uso de determinadas palavras, por exemplo: em vez de sexo masculino e feminino se usa “gênero” masculino e feminino. Em vez de pais e mães, se usa “cuidadores”, em vez de paternidade e maternidade, se usa “parentalidade”, no lugar de homossexualidade diz-se “homoafetividade”, e assim por diante.
Esta troca de palavras não é nem um pouco inocente. Ela quer ressaltar que a diferença dos sexos não está na base biológica, na natureza, mas é uma questão apenas cultural. Sendo assim, masculino e feminino não dependem do dado biológico, mas é uma construção cultural que, sendo independente da natureza, pode ser desconstruída e reconstruída de outra forma, ditada por impulsos, interesses ou preferências de cada indivíduo. Esta ideologia destrói o conceito de família, se opõe à visão bíblico-cristã da pessoa e da sexualidade, institui um conceito de família não fundamentado na natureza, mas no laço efêmero do afeto, sem história e sem consequência. Novamente, o problema dessa posição ideológica não são os direitos dos homossexuais, independentemente de qualquer juízo moral. (eles também necessitam, em seu relacionamento ser homem-homem, mulher-mulher).
O problema está em destruir a identidade mais profunda da pessoa, seja qual for o seu comportamento. O problema está em negar que a diferença sexual, inscrita no corpo, possa ser indicativa da pessoa. Está em negar a complementariedade natural entre os sexos, dissociando a sexualidade da procriação. O destrutivo está em considerar o ser humano como assexuado por natureza, e por isso manipulável ao sabor de interesses diversos, seja do mercado, do consumo ou da moda ou de grupos ideológicos. No longo prazo, isso vai gerando a incapacidade de muitos de se situar e se definir naquilo que têm de mais elementar, sua natureza.
(Continua na próxima semana… Acompanhe!)

AVISOS PAROQUIAIS
Novena Mensal em louvor a São José

“Jesus, Maria e José, nossa família Vossa é!” – Hoje, dia 19, às 19h30, na Capela do Colégio São José, sob a coordenação dos dirigentes do Encontro de Casais com Cristo, será celebrada a 1ª Missa da Novena Mensal em louvor a São José. Viva São José!

Formação Diocesana de Liturgia
No sábado, dia 20, a partir das 08h00, será realizada uma Formação Litúrgica Diocesana no salão do Colégio São José. São chamados a participar desta Formação todos os membros das Equipes de Liturgia, Música, Leitores e paroquianos em geral. Participem!

Pastoral da Juventude
No domingo, dia 21, às 16h00, será realizado um Encontro de Jovens no Salão do Colégio São José com o tema “Conhecendo a PJ”. Jovens, contamos com vocês!!!

Comunidade São João Batista – Taboão
No dia 21, domingo, às 19h30, terá início o Tríduo Preparatório à Solenidade da Natividade de São João Batista, padroeiro do bairro do Taboão. No dia 24, quarta-feira, às 18h00, haverá a Procissão seguida da Santa Missa na Capela. Participe com a Comunidade!!!

Comunidade São Pedro – Santa Cruz
Com grande alegria, na quinta-feira, dia 25, a Comunidade São Pedro iniciará o Tríduo em honra ao seu Padroeiro com a celebração da Santa Missa às 19h30. São Pedro, rogai por nós!!!

Aconteceu na nossa Paróquia…
No dia 08 de junho, às 17h00, foi realizada uma Audiência Pública na Câmara Municipal de São Roque, na qual o Pe. Dr. José Eduardo de Oliveira e Silva, explanou com muita propriedade sobre o tema “Ideologia de Gênero”, apresentando suas incoerências e as consequências e os danos que pode causar nas nossas famílias e na sociedade caso seja aprovado no Plano Municipal de Educação de São Roque. Este Plano é um documento que define metas educacionais municipais para os próximos 10 anos. Dentre muitas questões importantes que constam neste Plano, a Igreja Católica, bem como muitas outras entidades religiosas, questiona a inclusão da chamada “Ideologia de Gênero”, apresentada pelo Conselho Nacional de Educação, que, embora não tenha sido aprovada em âmbito nacional, sua implantação agora está a critério dos municípios.
Estiveram presentes nesta Audiência o nosso Pároco Pe. Daniel Balzan, nosso Vigário Paroquial Frei Francisco Sales Amaro Oliveira (OCD), o Pároco da Paróquia São José (Mairinque) Pe. Alexandre A. Siles, muitos pastores, vereadores e a população em geral. Ao final da sua fala, o Pe. Dr. José Eduardo foi muito aplaudido e apoiado por todos os presentes.
O Pe. Dr. José Eduardo é sacerdote da nossa Diocese de Osasco, Pároco da Paróquia São Domingos – Osasco, doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Romana da Santa Cruz e professor de Teologia Moral.
Rezemos para que o Espírito Santo ilumine os nossos vereadores no momento da votação deste tema, para que a família, célula da sociedade, seja sempre protegida, valorizada e respeitada!

Compartilhe