Água saborizada com manjericão

As ervas são dotadas de propriedades diversas e podem ser adicionadas em receitas variadas e composições nem sempre pensadas. O manjericão é uma dessas ervas maravilhosas que podem compor pratos salgados e doces, bebidas, geleias, pães e molhos. O manjericão é uma erva pertencente à família da hortelã, Lamiaceae. Nativo da Índia e cultivado desde a Antiguidade, suas folhas são utilizadas como tempero especialmente em países tropicais da Ásia e na cozinha italiana, no Brasil seu uso tem sido empregado em diversas composições principalmente na cozinha artesanal.

A água saborizada com manjericão é muito refrescante, deliciosa e fácil de fazer, as folhas são adicionadas frescas e é servida com gelo, sem adição de açúcar ou adoçante. Você só precisa acrescentar alguns ramos de manjericão na água, para cada litro de água filtrada, você pode colocar dez ramos de manjericão inclusive com as flores. 

O manjericão é uma erva aromática rica em óleos essenciais, como geraniol, eugenol e linalol, além de ter ótimas quantidades de taninos, saponinas e flavonoides, com propriedades antiespasmódica, digestiva, diurética, sedativa e antioxidante, que ajudam a prevenir e combater problemas de saúde, como gripes, pressão alta, infarto ou insônia.

Chamado cientificamente como Ocimum basilicum, o manjericão também é conhecido como manjericão-de-folha-larga, manjericão doce, alfavaca, alfavaca doce, basilicão e erva-real. As folhas frescas ou desidratadas de manjericão são encontradas em feiras, lojas de produtos naturais e supermercados, suas folhas também são usadas na forma de banhos, cataplasmas ou óleos essenciais.

Os antioxidantes presentes no manjericão também evitam a formação de radicais livres no organismo que podem causar danos nas artérias, ajudando na prevenção e controle da pressão alta. O manjericão tem propriedades antissépticas e antimicrobianas, podendo ser usado como cataplasma, uma pasta caseira feita com plantas e óleos vegetais, e aplicada diretamente na pele. Este uso é muito eficaz para tratar feridas na pele e picadas de insetos. Por ser um potente diurético, o manjericão contribui para diminuir o excesso de líquido do corpo, favorecendo a perda de peso. O manjericão também ajuda a controlar a ansiedade relacionada à compulsão alimentar, balanceia a fome e auxilia na diminuição do consumo de alimentos calóricos.

Como consumir

As partes usadas do manjericão são as folhas, os caules e as sementes, como base de preparações como molhos, saladas e sucos. Outras formas de uso do manjericão são na forma de chás, para temperar alimentos, em óleo essencial ou cataplasma.

  • Chá de manjericão: colocar 10 folhas frescas ou secas de manjericão em uma xícara de água fervente. Tampar a xícara e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Coar e beber até 3 vezes por dia.
  • Óleo essencial de manjericão: pingar 1 gota do óleo essencial em colar aromático até 3 vezes no dia; inalando o óleo diretamente do frasco por 2 a 3 segundos; ou diluir 1 gota do óleo essencial em 1 colher de sopa de óleo vegetal, como óleo de jojoba, coco ou abacate e massagear a pele.

O pesto é uma das receitas mais comuns do uso do manjericão:

  • 2 xícaras de chá de manjericão fresco;
  • ½ xícara de chá de nozes ou pinoli;
  • 100g de queijo parmesão;
  • 2 dentes de alho;
  • 1 e ½ xícara de azeite extra virgem;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo:

Lavar e secar bem as folhas de manjericão e reservar. Descascar os dentes de alho e colocar no processador ou liquidificador. Acrescentar o azeite e as nozes e o queijo parmesão e triturar bem. Colocar as folhas de manjericão e triturar mais um pouco até ficar um molho homogêneo. Temperar com o sal e usar em massas, frangos ou como molho de saladas.

O manjericão requer pouca água, mas é importante regá-la sempre. Deixe a planta em lugar quente e luminoso e evite mexer muito nas folhas, que escurecem com o toque. Colha apenas a folha, desse modo outra crescerá no lugar.

Silvia Hermida – Bióloga e Produtora Rural

Fonte: RODRIGUES, V.G.S.; GONZAGA, D. S. de O. M. “Publicação sintética sobre o uso do manjericão como planta medicinal.” Embrapa Rondônia, 2001.

Toda quinta-feira os cidadãos de São Roque têm a oportunidade de interagir e adquirir produtos produzidos localmente com manejo agroecológico na Feira Agroecológica de São Roque, que ocorre na Av. 3 de Maio, 900 das 8h até as 12h. @feiraagroecosaoroque