Alexandre de Moraes revoga ordem de bloqueio do Telegram em todo o país | Política

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou decreto assinado por ele próprio a sexta-feira (18). Neste domingo (20), foi revogado o bloqueio do aplicativo Telegram em todo o país, após comunicação oficial e pedido de desculpas do fundador do aplicativo, Pavel Durov.

O Telegram se comprometeu a informar ao STF, “imediata e obrigatoriamente”, as providências adotadas para “o combate à desinformação e à divulgação de notícias fraudulentas, incluindo os termos de uso e as punições previstas para os usuários que incorrerem nas mencionadas condutas”. Além disso, quatro solicitações de Alexandre de Moraes foram atendidas.

Representante oficial no Brasil

O Telegram informou ao STF que o advogado Alan Campos Elias Thomaz foi nomeado representante legal da plataforma no Brasil.

Medidas contra a desinformação

O aplicativo também relatou ao Supremo Tribunal Federal a adoção de sete medidas para combater a desinformação na plataforma.

Post de Bolsonaro deletado

Logo após ser notificado pelo STF, ainda na sexta-feira, o Telegram já tinha excluído o post de Bolsonaro. Às 18h30, o canal oficial do presidente na plataforma já tinha sido removido

Bloqueio de canal com fake news

O Telegram também informou ao STF ter bloqueado o canal “Claudio Lessa” – que havia sido listado em decisões anteriores de Moraes por estar vinculado à disseminação de fake news, mas permanecia no ar até este sábado.

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados