Obras na Estrada do Caetê seguem paradas e vereador cobra solução: “Moradores estão tendo muitos transtornos”

O vereador Etelvino Nogueira tem acompanhado desde o início as obras de asfaltamento da Estrada do Caetê, e tem cobrado dos responsáveis sua finalização, bem como os necessários reparos na parte já concluída da primeira fase.

Realizadas pelo Governo Municipal , com recursos enviados através do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias Turísticas (DADE) do Governo do Estado , com a supervisão da Prefeitura de São Roque, responsável pela medição dos serviços feitos, e do (DADE) responsável pela conferência e liberação da autorização para o pagamento, as obras foram divididas em duas fases, cada uma com uma licitação independente, ambas vencidas pela mesma empresa, a TPD Engenharia.

Etelvino explica que a primeira fase foi concluída integralmente, embora existam reparos a serem feitos, os quais ele tem pedido aos responsáveis pelo setor na Prefeitura que cobrem da empresa que realizou. Já a segunda fase, teve início na sequência, e não foi totalmente concluída, o que fez com que ele protocolasse e enviasse diversos documentos, dando origem a um dossiê, à Prefeitura pedindo que ela entrasse em contato com a empresa responsável para que ela termine as obras.

Ainda segundo o vereador, a Prefeitura fez inúmeras tentativas de contato e acordo, mas por problemas técnicos ainda não conseguiu romper o contrato com a empresa TPD Engenharia, que está há mais de um ano atrasada na entrega, para que após isso uma nova licitação seja feita e a pavimentação seja concluída, o que só pode ser feito caso o contrato seja rescindido.

O vereador conta que a obra na Estrada Antônio Firmino de Moraes não tem relação com a pavimentação da Estrada do Caetê, trata-se de uma sobra de recursos da primeira fase que foi aproveitada pela prefeitura após sua solicitação, para que o recurso não fosse perdido, o que foi atendido pelo prefeito Cláudio Góes com e autorização do DADE.

“E com essa obra conseguimos a interligação entre as Estradas do Carmo e do Caetê, para atender toda a região do bairro do Caetê, Serrinha entre outros que utilizam a Bungiro Nakao para acessar o município vizinho de Vargem Grande Paulista, e demais cidades da região”, fala.

Como em toda obra pública, uma nova licitação foi feita e vencida por uma empresa diferente da que estava pavimentando a Estrada do Caetê, razão pela qual está sendo realizada, diferentemente da obras do trecho final da 2ª fase da estrada que estão paradas, inclusive gerando transtornos aos moradores lindeiros da referida estrada, em especial com a constante poeira.

Etelvino comenta que tem cobrado frequentemente o departamento de Planejamento e Jurídico da Prefeitura, para que pressionem a empresa TPD para a conclusão da obra o quanto antes, ou que tome as providências necessárias para a rescisão do contrato, e de imediato realize uma nova licitação para sua conclusão. “O que não podemos é continuar nessa situação, com a obra parada gerando transtornos aos moradores e usuários da Estrada do Caetê”, finaliza.