Vereador intensifica trabalho para que Estradas da Dona Nega, Carlos Ghirardello e Rancharia recebam serviços de Correios

O vereador Marquinho Arruda prossegue buscando junto a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos para que os moradores da Rua Carmem Ribeiro Salvetti (antiga Estrada da Dona Nega ou Estrada do Engenho) e também das Estradas Carlos Ghirardello e da Rancharia sejam regularizadas com a Distribuição Postal.

Arruda relembra que enviou Ofício aos Correios solicitando a inclusão das referidas vias públicas para recebimento dos serviços de postagens e entregas, mas recebeu resposta negativa. “Os Correios alegaram que os imóveis situados na Rua Carmem Ribeiro Salvetti e Estrada Carlos Ghirardello, região do Jardim Renê, não apresentam numeração de forma ordenada e diversos locais não possuem caixa receptadora, fato este irrelevante para que uma área tão próxima ao Centro não possua esse serviço essencial”, informa.

O vereador Marquinho Arruda comenta que já na Estrada da Rancharia, os Correios informaram que não tem segurança para os carteiros, as casas estão sem números e não há logradouros. “Fiz um levantamento em toda a referida Estrada e o local conta com iluminação, há números fixados nos imóveis e as Ruas no entorno são denominadas. Ressalto que a Estrada da Rancharia está há apenas 2,5 km da área central do município e o retorno dos Correios não nos convenceu”, fala.

Em ambas as regiões existem mais de 500 moradores, segundo o vereador, somando os moradores fixos e os sazonais, que vêm aos finais de semana. “Vou reenviar um pedido de reavaliação aos Correios com uma documentação extensa e detalhada, inclusive com fotos, para provar que os Correios apresentaram justificativas infundadas. Caso a empresa alegue motivos para não oferecerem os serviços, encaminharei Ofício ao Ministério Público, pedindo a intervenção do órgão”, afirma.