Isolamento social reduziu atendimentos e internações por Covid-19 em Vargem Grande Paulista

A Prefeitura de Vargem Grande Paulista anunciou na noite de domingo (4) que o isolamento social e as medidas mais restritivas, realizadas nos últimos dias na cidade, resultaram na redução de atendimentos e internações causados pela Covid-19.

Entre as medidas restritivas adotadas, supermercados, mercearias, padarias, açougues, restaurantes e lojas de alimentação animal só atenderam por delivery. Postos de combustíveis só atenderam até as 20 horas e o transporte público teve restrição de horário, e funcionou das 6h às 9h e das 16h às 19h.

De acordo com a prefeitura, diante dessas restrições, o número de atendimento no Centro de Combate ao Coronavírus teve uma queda de 46%. Já o número de pacientes internados e aguardando vaga em hospitais da região reduziu em 61%. Segundo a prefeitura, do dia 22 ao dia 27 de março, foram 877 pessoas atendidas com suspeita de infecção pelo coronavírus. Já entre os dias 28 de março e 2 de abril, esse número caiu para 467.

No dia 21 de março, eram 31 pessoas internadas com sintomas da covid no centro de combate. Mas esse número, segundo a administração municipal, caiu para 28 sete dias depois. Neste domingo (4), de acordo com a prefeitura, o centro de combate registrava 12 internações.

“Nosso muito obrigado a todos vocês – população, comércio, indústria, serviços, igrejas, etc – que têm colaborado respeitando as medidas e a vida. Sabemos que são tempos difíceis, de desafios socioeconômicos, mas preservar a vida neste momento é crucial. Esta luta é de todos nós e, juntos, vamos continuar reduzindo esses índices”, disse a prefeitura.