Morro do Cruzeiro | O Democrata

Vivo e morro

Em cima do Cruzeiro

Subo e desço lá

O ano inteiro

Se chove

Canto como

No chuveiro

Lá de cima

Vejo meu quintal

Berço esplêndido

Pra ver o mar

De nuvens que

Nos levam viajar

O pôr do Sol

A noite de luar

De nós mesmos

Viro morro

Morro, vivo

Miro

Vou

O morro fica

Vivo

Seguimos

Girando

Desvairados

Em pé

Por mais que

Deitados

Diferentes

Após o breve

Encontro

Em tudo

A começar

Pelo tamanho

Apesar de solos

Em comum

Morros, vivos

Raízes

Da mesma Natureza

#poema #mar_rio #poetadanaturezadesi

Acompanhe o trabalho de Mar Rio no Instagram: @mar._rio / Facebook: @qmariooficial

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados